12/07/14

Creepypasta dos Fãs: Noite de Penumbra

Acordei com um barulho estrondoso no meio da madrugada. Um barulho que não conseguir discernir o que era, nem de onde veio.

Me levantei, fui em direção à porta e a abri cuidadosamente. Caminhei para onde possivelmente veio o barulho e mi deparei com um ser pequeno e obscuro de semblante indefinível, emanando uma áurea tenebrosa. A pequena criatura veio de encontro a mim, não conseguia me mover, estava definitivamente gélido e paralisado. Tentava gritar, mas o ar me sufocava a garganta.

De repente o pequeno ser começou a se comunicar comigo de uma forma que não conseguia compreender, palavras entravam e saiam de minha mente, e só pude entender uma única coisa:

-Venha! Não irei te machucar. Prometo-te que será rápido e indolor.

Aquelas palavras me assustavam, me corrompiam e me mantinham cada vez mais gélido e imóvel.

Sentia como se estivesse sendo-me roubada a alma, cada vez mais inconsciente, meu ultimo impulso foi entregar-me a aquilo e deixar que mi guiasse.

Tudo parecia um jogo. De repente estava sozinho no meio do nada, somente eu e a escuridão que não se restringia somente ao espaço. Definitivamente eu estava caindo, caindo num vazio sem fim, num vazio de um espaço obscuro e num vazio de um corpo sem alma. 

Caindo ate que me repousei sobre o solo de uma rocha que pendia de um desfiladeiro. Me pus de pé e aproximei-me do precipício. Olhando para baixo me deparei com almas se debatendo e se contorcendo e chamando pelo meu nome. 

Gritavam e agonizavam, queimadas pelo fogo que se materializava do fundo do precipício. 

Em minha frente ei que surge uma ponte de madeira amarrada por cordas que balançavam, rangiam e ameaçavam se romper. 

Algo me induzia a seguir em frente e atravessar a ponte que via, mas tomado pelo medo de estar sozinho e em um lugar estranho, decidir ficar e não seguir caminho.

Mas a força me induzia cada vez mais a ponto de não suportar tamanha tentação. Decidir prosseguir e ver onde a ponte me levaria. Caminhei por horas ou dias talvez, até que conseguir avistar o outro lado do desfiladeiro. 

Aos meus olhos se materializou uma figura repousada sobre um trono de ouro e prata. Grande e majestoso, cuja feição não pôde enxergar. 

A minha direita desce um livro imenso, suas paginas se abrem e vejo meu nome escrito nelas. A minha esquerda, fragmentos começam a formar outro livro, ele se abre e vejo toda minha vida escrita em suas paginas. 

Então a figura postada a minha frente diz: 

-Arrebata de mim, o pecador. Você queimará eternamente no fogo do inferno, pagando pelos atos que praticou em vida. 

O chão se abre ao meu redor e despenco no precipício das almas atordoadas. 

A morte não é o fim. 

Perder a convicção e deixar de acreditar é que é o verdadeiro fim. 

E então percebo que tudo não passou de um pesadelo. 



Autor: Weslley Uzêda & Nathalia


22 comentários:

  1. Parece que o autor está tentando pregar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa última parte é um texto religioso, já vi centenas de vezes no History Channel :P

      Excluir
  2. Grande autor, em pensar que tem grande talento para escrita, muita criatividade, e sabe usar as palavras certas. 10/10 texto muito bom e criativo, continue com essas grandes creepys que você faz!

    ResponderExcluir
  3. ''mi deparei'', ''áurea'', ''mi guiasse''. Tem gente passando muito tempo na net.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que há de errado com "áurea"?

      Excluir
    2. O correto seria ''aura'' , ao invés de ''áurea''

      Excluir
    3. "Mi deparei com um ser instranho que mim disse 'huehuehuehue"
      -Lula

      Excluir
    4. Pois bem, aura é um elemento imaterial emanado por objetos ou pessoas, enquanto áurea se refere a algo de ouro.

      Excluir
    5. "Um barulho que não conseguir"

      Excluir
  4. Creepy ótima, criatiava e até arrepiante . Formato de texto muito bom , boa organização das ideias . Mas a cada "mi" eu parei de ler , fechei os olhos e respirei fundo . Seria bom ter uma equipe para corrigir esses errinhos que impedem de tornar o conto perfeito .

    ResponderExcluir
  5. Quase parei de ler no "mi deparei" e "mi guiasse" mas respirei bem fundo e continuei. 3/10 ._.

    ResponderExcluir
  6. talvez o pesadelo era só um aviso de que aquilo ira acontecer.........,............................

    ResponderExcluir
  7. Aaaaaahhhhh..Sério?Pregação até aqui? PQP
    "O verdadeiro fim é deixar de acreditar"estou no fim, desisto de creepy dos fãs. ..
    (Desisto não, não tenhk nada melhor pra fazer :v)

    ResponderExcluir
  8. Isso n é desse Wesley nem dessa nathalia, já vi essa creepy na cpwiki!

    ResponderExcluir
  9. Fdc cara ....mi mata de desgosto logo '-'
    2/10...pq gostei da pregação final ;-; me inspirou a continuar....continuar lendo besteiras na net.

    ResponderExcluir