14/07/14

Creepypasta dos Fãs: Jack the Killer

O que irei te contar agora aconteceu comigo, há pouco tempo, estou traumatizada e apavorada com este acontecimento, talvez pelo fato de que o causador desses tais acontecimentos, seja meu namorado...

Bom, conheci ele em uma feira de animes, ele estava em um grupo de amigos conversando sobre Creepypasta, seu cosplay era de Jeff the killer. Era um cosplay simples e que foi feito rapidamente.

Ele tinha uma fixação anormal por aquele cara, dava pra se ver em seus olhos, um sorriso inquietante, olhos estalados e olheiras anormais... Na época era fanática por coisas de terror, e de cara me apaixonei por ele, nada demais, mais eu amava mesmo era um ex namorado, mas ninguém sabia disso, muito menos ele.

Na primeira semana do nosso namoro, ocorria tudo em, mais algo estranho me chamou atenção, sua perna e braço direito eram feridos, marcas profundas, e ate metade do seu rosto, fiquei quieta, achando que era algum tipo de depressão.

As coisas foram piorando, na terceira semana ele se mostrou frio e quieto, usava com frequência calças compridas e casacos, ele estava escondendo algo de mim, eu lia em seus olhos... Até que completou um mês do nosso namoro, ele nãovinha mais me visitar, eu estava preocupada, e ao mesmo tempo não me importava muito, so que a curiosidades seguida de preocupação me venceu, e então resolvi ir até a casa dele...

Nada anormal, a não ser o fato de que o quarto dele estava trancado e por relatos de sua mãe, ele so saia pra fazer suas necessidades, bati na porta varias vezes, e gritei astante, ate ele me receber com um sorriso insano.

- Oi amor – Dizia ele, abrindo mais a porta, e me puxando pro seu quarto.

- Amor é o caralho, por que não vem mais mim ver? – Dizia eu muito irritada.

- Foi mal, estava cansado esses dias – Dizia ele com a maior naturalidade do mundo.

- Deixa de escrotice, e dessa já desse quarto, nos vamos passear – Disse eu, querendo o curar daquela situação deprimente.

- Okay, deixa eu me trocar – Disse ele, doido que eu saísse do quarto.

- o que você tem a esconder? – Perguntei eu, louca pra ver o que ele tanto escondia.

- Nada, mas sai – Disse ele já um pouco irritado.

- NÃO VOU SAIR – Dizia eu. E sim, ele me obedeceu, pude ver ele tirando sua camisa, roxo de vergonha, me assustei com o que vi, havia marcas profundas em seu tórax, sem falar que algumas ate sangravam.

Ele então saiu, sugeri um psicólogo, mais ele não deu muita importância, fiquei preocupada e curiosa com a capacidade dele de se ferir tão gravemente.

Três meses se passaram, tudo tava normal entre nos, ele estava indo ao psicólogo mensalmente, e suas marcas estavam sumindo, sem falar que ele tinha dado uma relaxada no gore... Ate que recebo uma noticia, que me deixou feliz na época, mais que eu menos poderia espera, e que ia foder com minha vida e a dele.

Meu ex, o que eu amava, ia vir me visitar, entrei em uma felicidade enorme, mais não contei pra ele, pra preservar ele de um grande ciúmes.

Não demorou muito pra meu ex chegar, e ele descobrir, foi ai que as coisas foram ficando mais quentes entre eu e meu ex, e começamos a ficar frequentemente. Jack, em suas andanças com amigos, havia pegado nos dois no flagra, no começo ele chorou e me perdoou, mais quem disse que ele tinha perdoado meu ex?!

Em uma tarde de Domingo, eu estava andando com meu ex na rua, mostrando a cidade, até que Jack teve a ideia de irmos pra casa dele, pois estava sem ninguém, aquela foi uma péssima ideia, ele tinha armado uma emboscada para nos, era doentia e criativa, até parece que ele estava armando a muito tempo...

Quando entramos na casa, Jack nos ofereceu um xicara de chá, bebemos e ficamos zonzos e acabamos desmaiando rápido... Só consegui ouvir a risada maligna de Jack... e depois disso mais nada...

Quando acordei, Alex (meu ex) estava preso em uma mesa de madeira, parecia uma mesa de jantar... nas cadeiras haviam bonecas sentadas, bonecas velhas e grandes, e haviam velas, com uma bela garrafa de gim, Jack, pegou um bisturi, e começou arrancando os dedos de Alex, depois foi subindo, e desmembrando-o com um motosserra, era surreal aquela cena, eu nunca tinha visto aquilo na minha vida, Alex foi forte, aguentou bastante, mais não resistiu quando Jack começou a abrir seu peito, Era doentio aquilo tudo... No final, Jack resolveu soltar minha boca e enfiou gim em minha boca, fazendo eu engolir bruscamente.

Eu havia tomando anho co o sangue do meu amado, isso o que dá brincar com pessoas sentimentalmente – Pensei em pânico..

- Amor, me ajuda a enterrar ele – Disse ele com um ar insano e macabro, segurando sacos plásticos negros.

Eu fiquei em choque e não disse nada, formos ate o seu terreiro e cavamos o mais fundo possível, jogamos os sacos que estavam seus membros, e por fim, seus órgãos.

- Vamos virar lenda amor – Disse ele segurando uma câmera.

- Você está louco Jack – Dizia eu pálida e apavorada.

- Por você, sou capaz até de matar os imbecis que tentam tomar você de mim – Disse ele olhando pros meus olhos.

Depois do massacre, não sei nem como arrumei forças para voltar pra casa,mais quando cheguei em casa, pingando em sangue, logo me joguei na banheira do meu quarto e liguei ela no máximo...

Há três anos faço terapia, e estou melhor, e estou escrevendo isso, graças a uma recomendação medica.

Jack, não sei pra onde foi... Ele sumiu da escola, de tudo... fico imaginando onde ele esta a este exato momento.

Hoje recebi um email, dizendo: Ninguém tomará você de mim...

Autor: Nezumi


26 comentários:

  1. "- Amor é o caralho, por que não vem mais MIM ver? – Dizia eu muito irritada."
    Okaay menina piranha (y)

    ResponderExcluir
  2. "Desse" "mais" "tomado anho co o sangue" deus do céu, o melhor blog de creepypastas pra mim agora esta virando um lixo... Lamentável

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Eu tbm acho,mas não pelos erros de ortografia mas sim pela qualidade das creepys que vem decaindo

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
  3. Meu Deus, vocês só sabem escrever histórias baseadas no Jeff The Killer? Muda a fita.
    (Sem contar os erros de português que chegam à doer)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala do erro de português dos outros mas escreve "à doer". Filho, quando você não tem pleno domínio de algum idioma (mesmo sendo o seu natural), faz o favor de não criticar os outros.
      Aliás, o português é um dos idiomas mais complexos da atualidade. Pelo contexto da creepy, quem escrevei provavelmente tem seus 11, 12 anos, uma idade onde erros gramaticais são muitíssimo comuns.

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Eu parei de ler na metade, porque os erros gramaticais feriram gravemente meu pâncreas/coração/cérebro/restante dos órgãos.
    A ideia é boa, mas nem vou citar todos os aspectos que precisam ser melhorados.
    Ah... e mais uma coisa: "Autor: Nezumi" OMFG, ISSO É DE NO. 6?! AMO ESSE ANIME.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aposto que foi uma criança de 12 anos repetente que escreveu esse texto ridículo...

      Excluir
  6. Acho que ta na hora ter mais criatividade né pessoal,chega de jeff caralho vcs n sabem falar de mais nada n?

    ResponderExcluir
  7. Esse blog precisa de uma melhor seleção de creepys ... só acho .

    ResponderExcluir
  8. Saudade das séries
    Saudade da Divina..

    ResponderExcluir
  9. Eu já estou doente, agora parece que esse português está desenvolvendo o vírus! x.x

    ResponderExcluir
  10. Sabe o que vocês parecem copiando o Jeff? Uns bostinhas. :D

    ResponderExcluir
  11. Parem com os genericos de Jeff, Parem com os genericos de Jeff,Parem com os genericos de Jeff,Parem com os genericos de Jeff, PAREM POR FAVOR POHA ;-;

    ResponderExcluir
  12. Estou desistindo de acessar as creepys dos fãs. Não pela qualidade/erros, mas por causa dos comentários.
    Nada construtivos. Super destrutivos.
    Vamos concordar que as expectativas dos leitores já começam baixas. É apenas um texto brasileiro, né? Ele, nem de perto, pode ser verdadeiro, né?
    Mas é um grande exagero crianças de 14 anos reclamando que o texto foi escrito por um criança de 12 -como se fizesse grande diferença .-.
    Estou muito puto com o "complexo de deus" nos comentários:"Hahaha, eu nunca erro. Meu nick é em alemão. Sou intelectual. Já li Machado de Assis. pega no meu p*u!"
    Já deu né. Vlw. Flw.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. Tipo: tem MUITAS Creepys dos fãs que são ótimas. É idiota generalizar dizendo que só porque é brasileiro é ruim... mas tem creepys (como essa) que tem erros demais, e ninguém consegue ler um negócio assim.
      P.S.: Não estou dizendo que nunca erro, até pq meu português não é lá dos melhores.

      Excluir
  13. so acho que o namorado dela fica observando ela no seu cubo de crista(eleanda jogando muito minecraft)

    ResponderExcluir
  14. Sorte de vocês que eu não existo se não eu ia atrás do desenvolvedor dessa Creepy

    ResponderExcluir